Mentes Lúcidas

Quando o racional fica em silêncio e vive no conformismo, torna-se parte do problema e perde a total credibilidade da razão

Disposição e tratamento do lixo

Deixe um comentário

A permanente preocupação de dar uma destinação final ao lixo coletado na área urbana dos municípios, depositando no aterro sanitário, possibilita, atualmente, uma acertada definição técnica. Isso significa que os denominados lixões devem deixar de existir por um período bastante prolongado.

Acesse:

Uma riqueza desperdiçada

O impacto global das riquezas desperdiçadas

Conceitos:

– Lixão é uma forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos, caracterizado pela simples descarga sobre o solo. Os resíduos causam problemas de saúde pública pela proliferação de vetores causadores de doenças, geração de maus odores e principalmente a poluição do solo e das águas superficiais e subterrâneas através do chorume.

Comumente associam aos lixões fatos altamente indesejáveis, como a criação e pastagem de animais e a existência de catadores (os quais muitas vezes, residem no próprio local).

– Aterro controlado é um método de disposição final de resíduos sólidos urbanos utiliza princípios de engenharia para confinar os resíduos, cobrindo-os com uma camada de material inerte ao final de cada jornada de trabalho. Esta forma de disposição minimiza os impactos ambientais pois causa danos ou riscos à saúde pública.

– Aterro sanitário é a relação de tratamento dos resíduos sólidos; acondicionado em solo compacto em camadas sucessivas e coberto por material inerte, impermeabilização do solo e também é realizada a drenagem de gases e percolados. O processo da inertização dos resíduos é acelerado, minimizando e recuperado a área de deposição. As linhas de tratamento são digestão anaeróbica, digestão aeróbica, digestão semi-aeróbica e tratamentos biológicos.

– Incineração é a queima do lixo in natura em temperaturas acima de 900º C.

– Compostagem é a transformação do lixo orgânico em material umidificado. O composto é resultado da degradação biológica da matéria orgânica.

– Reciclagem é um processo de recuperação no todo ou em parte de materiais que não possuem mais serventia ou estão obsoletos no uso.

Aliado ao crescimento urbano da cidade, o fluxo migratório nos períodos de temporada turística, demanda de emprego alta e momentos de economia alta, estão a exigir imediato aumento da frota de equipamentos aos existentes, a fim de atender o desenfreado e alucinante crescimento populacional, impondo à administração a reposição urgente de um maior número de equipamentos.

A administração pública municipal, por razões óbvias de saneamento e saúde pública, não pode descurar da eficácia desses serviços, como anteriormente dito, de alta relevância, face ao alto índice de crescimento demográfico, do alastramento do número de economias e do significativo aumento populacional nas temporadas, fator que por si só exige agilidade e desenvoltura da administração municipal, devido aos serviços que lhe está reservada.

Leitura complementar:

Cartilha de Limpeza Urbana

Riqueza jogada nos lixões

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s