Mentes Lúcidas

Quando o racional fica em silêncio e vive no conformismo, torna-se parte do problema e perde a total credibilidade da razão

As demências mentais na saúde pública mundial

Deixe um comentário

Colônia de Barbacena, em Minas Gerais

Colônia de Barbacena, em Minas Gerais

Há 4 segundos uma pessoa é diagnosticada com alguma forma de demência mental. O termo é usado para descrever a evolução de cerca de 100 doenças degenerativas que levam à morte as células do cérebro. A Doença de Alzheimer, demência vascular, demência com corpos de Lewy e demência fronto temporal são as quatro causas mais frequentes de demência na prática clínica.

De acordo com o neurologista Cícero Galli Coimbra, ela é influenciada por vários fatores, por exemplo, a frequência que se usa as áreas do cérebro, pelo estado emocional, níveis de substâncias importantes para o tecido nervoso como a vitamina D e estresse. Acrescentam-se ainda as atividades físicas.

O mal afeta principalmente a memória e a linguagem do paciente. No contexto mundial estima-se que até 2050, passe de 44 para 135 milhões, segundo a ONU o Brasil é o 9º país com número de casos o que representa 1 milhão de pacientes.

Nesta semana, os países que fazem parte do G8, comprometeram-se a aumentar os investimentos em pesquisas sobre a demência mental. A meta é encontrar a cura até 2025. O Governo britânico comprometeu-se a dobrara as verbas destinadas às pesquisas sobre a demência mental. A doença já é considerada uma epidemia e preocupa as autoridades em todo o mundo.

Será muito difícil para o Brasil, na 9º posição de casos de demência, enfrentar este problema enquanto não há fomento no ensino médio, fundamental, até o superior e pós-graduação nas pesquisas e ensino, sendo ainda, não possuirmos políticas públicas para enfrentar o problema, incentivos a pesquisa e ensino, e nem se quer níveis de informação da população. Isso ainda se agravará no Brasil porque a expectativa de vida aumenta a cada ano, com uma qualidade de vida precária e pelo motivo da demência ser tratada, como muitos casos neste país, como piada, motivos de chacota e por ser “engraçadinho’’, muito presente ainda informações sem nenhum respaldo científico.

Leia mais:

Perigosas sobreposições da loucura

Dementia epidemic looms as number of sufferers expected to more than triple by 2050

Livro para leitura: O Holocausto Brasileiro, da escritora e jornalista Daniela Arbex.

Filme: Em nome da razão

Entrevista: O psiquiatra Valentim Gentil Filho no programa Roda Viva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s