Mentes Lúcidas

Quando o racional fica em silêncio e vive no conformismo, torna-se parte do problema e perde a total credibilidade da razão


Deixe um comentário

O Gigante acordou?

O Estado se mostra incompetente em resolver as reivindicações dos manifestantes, desde as Diretas Já é emblemático a negligência das autoridades em trabalhar em prol da população e não a benefício próprio. Tanto que, até agora, não se manifestaram Continuar lendo


1 comentário

A dinastia no Brasil

senado_agenciasenadoO Congresso é o representante do povo brasileiro e se os representantes são medíocres, é bom lembrar o nível dos eleitores e das “urnas eletrônica’’.

Henrique Alves faz parte de uma das famílias mais tradicionais do RN. O índice de analfabetismo = 15,8%; Mortalidade infantil = 35,2/por 1000 hab. Sendo o 5º pior índice no país. A capital, Natal, Continuar lendo


Deixe um comentário

O trabalho dos políticos é a obra do seu voto

            CImagemom 81 senadores e 503 deputados federais, estes senhores (as) trabalharam 3 meses de sessões em plenário para ter 3060 vetos a esperar votação em Brasília e serão apreciados em bloco – os vetos do poder executivo voltam para nova apreciação do Congresso – alguns pendentes a 12 anos. Continuar lendo


Deixe um comentário

Sexo, beleza e poder, no Congresso Nacional: A zona dos políticos!

Imagem

Sete histórias mostram como é a prostituição de luxo no Congresso Nacional. Sexo, beleza e poder. E, como não poderia deixar de ser, casos que envolvem dinheiro e empregos públicos.

            Políticos gostam de holofotes, de aparecer. Nem sempre. Também atuam por trás das cortinas, no escuro, debaixo dos lençóis. Em casas noturnas, flats, apartamentos funcionais e até no local de trabalho. Pagando por isso, claro. Como fazem homens em geral, independentemente da atividade profissional, dirão. E especialmente quando têm dinheiro e poder. Por que deputados e senadores seriam diferentes?

            O problema é que o negócio da prostituição corre solto nos prédios do Congresso Nacional. Em corredores, gabinetes e às vezes no plenário, garotas insinuantes se oferecem, são agenciadas por cafetões de terno e gravata e cortejadas aberta ou discretamente por algumas de Suas Excelências. Não há liturgia do poder que resista. Continuar lendo